Já identificaram o homofóbico que insultou lésbicas no CCBB

Policiais já identificaram o homofóbico que escreveu insultos contra lésbicas no CCBB. Trata-se de Safe Sattam Junior, como ele se apresenta no Facebook. O rapaz é namorado de Aline Costa de Almeida, funcionária do Centro.

safe_sattam_yfyktcj

Neste momento, as vítimas estão a caminho da 1ª DP, que funciona na Central, para fazer o reconhecimento do criminoso, acompanhadas pelo coordenador do Rio Sem Homofobia, Claudio Nascimento.

A página de Facebook de Sattam é cheia de publicações homofóbicas e tem como foto de abertura a imagem de Jair Bolsonaro e de um de seus filhos, com a mão sobre o peito, fazendo um juramento à bandeira do Brasil, rodeado por outras pessoas. Há um meme com sucessão de quatro fotos de Thammy Miranda, filho da cantora Gretchen, começando por uma de quando o rapaz ainda era mulher até a sua fase atual, com a inscrição “quando chega a conta do restaurante”. Há também várias fotos de Sattam sem camisa e se exercitando, além de piadas machistas e misóginas.

O caso

Uma mulher fez um post no Facebook em que afirmou ter sido vítima de homofobia, dentro do Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro, quando estava com a namorada. Elas visitavam a mostra do artista Piet Mondrian quando um homem escreveu em uma das peças interativas: “Fora Lésbica!”.

31dez2016-uma-mulher-usou-as-redes-sociais-para-denunciar-ter-sido-vitima-de-homofobia-quando-visitava-uma-exposicao-no-ccbb-centro-cultural-banco-do-brasil-do-rio-de-janeiro-com-a-namorada-na-14833

No post, ela contou que um homem escreveu ‘meu p*’ no quadro — em que visitantes podem usar ímãs lembrando as obras de Mondrian para montar frases e desenhos –, enquanto uma funcionária observava e ria da cena. Ela e a namorada desfizeram a frase e ao passarem novamente pelo local encontraram os dizeres ‘fora lésbica’ escritos no quadro.

Em nota divulgada nesta segunda-feira (2), o CCBB disse repudiar o ocorrido e informou que a funcionária envolvida no caso pertencia ao quadro de colaboradores terceirizados e foi afastada. A equipe do Centro Cultural posou para uma foto em frente ao quadro interativo com os dizeres “CCBB contra a homofobia”.

15822949_1228606773872656_3255078503346794322_n

Com informações do jornal O Globo e UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *