Seattle dá aula de igualdade com um policial transgênero

Tori Newburn se tornou o primeiro policial de Seattle abertamente transgênero, desde que entrou na corporação em 2014.

Entretanto, seus colegas de trabalho não sabiam de sua identidade de gênero, uma transição que já acontecia há dez anos. Somente em maio de 2016 que ele fez a revelação e, agora, graças a recentes entrevistas com a NBC e Vice, a notícia se tornou internacional.

“Eu pensei muito sobre o assunto”, disse Newburn ao ‘King 5 News’, uma filial da NBC em Seattle. “As pessoas não olham para mim e sabem automaticamente que eu sou transgênero. A maioria das pessoas não sabe nada a menos que eu diga a elas”.

Newburn recebeu o apoio de seus colegas e pais quando contou sobre sua sexualidade. O jovem, de 32 anos, disse ao ‘King 5 News’ que essas experiências positivas o fazem se sentir privilegiado.

Newburn também tem a sorte de trabalhar em um departamento que tem visões progressivas da comunidade LGTBQ.

Dois anos atrás, o DP de Seattle criou o ‘Safe Place Program’, no qual uma sinalização é instalada na frente de empresas que recebem membros da comunidade LGBTQ que precisam de um lugar para esperar pela polícia depois de relatar crimes de ódio.

Em março passado, o departamento também implementou treinamento transgênero para todos os seus oficiais, para ensiná-los a interagir com vítimas transgênero e suspeitos. Isso inclui quais pronomes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *